• quinta-feira , 18 Janeiro 2018

Tucanos do RN não darão asas a Tião

O empresário Tião Couto, que disputou a Prefeitura de Mossoró pelo PSDB, e obteve mais de 51 mil votos poderá deixar a sigla tucana. Foi o que apurou Wellington Morais, reporte da rádio Difusora de Mossoró e apresentador do programa Política em Debate, sua possível candidatura ao Governo ou Senado pela legenda não tem empolgado a turma que comanda o partido no Estado, assim como o PSDB nacional aqui no RN os tucanos não têm unanimidade quanto ao futuro do partido nas próximas eleições.

O que Wellington entende: O partido se dividiu em quatro possíveis nomes e projetos para os cargos de governador e nenhum deles tem Tião Couto encabeçando a lista de possível candidato ao governo pelo PSDB, segundo candidato mais votado de Mossoró estaria de fora desses projetos maiores e ficaria lhe restando a candidatura de deputado federal (sendo esteira para outros), ou a “segurança” de uma candidatura a deputado estadual.

O que já se sabe é que, maior parte do partido aposta na candidatura para governo do presidente da assembleia legislativa Ezequiel Ferreira de Sousa, outros mais apaixonados enxergam em Rogerio Marinho o candidato ideal; “anti-lula” Rogério Marinho seria trabalhado para ser o João Doria potiguar usando assim o discurso antipetista que funcionou na eleição do seu “homônimo” paulista em 2016, pensando em um embate com a senadora Fátima bezerra em 2018 – Rogerio teria confidenciado ao presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati o desejo de encarar Fatima Bezerra nas eleições de 2018.

Outra ala dos tucanos RN defende apoio ao projeto de reeleição do atual governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria, O Governador líder maior do PSD tem cargos para negociar com boa parte dos pesedebistas que disputarão reeleição para assembleia e querem espaços no governo, essa corrente ganhou muita força no partido nas últimas semanas.

Outro nome que é tratado em sigilo em uma espécie de plano “B” é o do desembargador Cláudio Santos (Sem partido), esse seria o nome que agradaria boa parte do PMDB em uma possível união das siglas no Estado, os caciques bacurais não enxerga mais em Carlos Eduardo forças para chegar em 2018 graças aos inúmeros escândalos de corrupção envolvendo seus secretários e correligionários na prefeitura do Natal

Política em debate

O programa Política em Debate tem no comando o Doutor Paulo Afonso Linhares e é apresentado por João Marciliano (JPS ), Emerson Linhares e Wellington de Morais, o programa vai ao ar de segunda à sexta feira sempre ao meio dia, e aos sábados das 13:00 às 15:00h

Related Posts

Deixe um comentário..