• segunda-feira , 25 setembro 2017

Rússia e Coreia do Sul empatam por 1 a 1 em Cuiabá

Os russos encaram a Bélgica no Rio, domingo, enquanto os coreanos enfrentam a Argélia, no mesmo dia, em Porto Alegre

esporte-futebol-coreia-do-sul-russia-20140617-004-size-598

Rússia e Coreia do Sul encerraram a primeira rodada da Copa do Mundo nesta terça-feira, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pelo Grupo H, com um jogo bem movimentado, principalmente na metade final do segundo tempo. Apesar dos lances empolgantes, o duelo acabou com empate por 1 a 1, que deixou a Bélgica, que venceu também nesta terça a Argélia por 2 a 1, na liderança isolada da chave, com três pontos.

A Rússia apostava na união para superar a retranca sul-coreana, já que todos os russos jogam no campeonato local. Mas nem a Rússia nem a Coreia do Sul conseguiram encaixar seu ritmo e apenas levavam perigo com jogadas isoladas no início do confronto.

O primeiro lance de perigo chegou aos 7 minutos com os sul-coreanos, que chegaram com Son, jogador do Bayer Leverkusen, que experimentou o arremate da intermediária e mandou sobre o gol. Após este lance, a partida apresentou um ritmo confuso, com várias bolas perdidas na intermediária e algumas chances desperdiçadas pelas duas equipes.

Aos 30, em lance violento, Ki dividiu forte com Samedov. Os dois foram advertidos com cartão amarelo. Na sequência, em cobrança de falta, Berezutsky soltou a pancada para boa defesa de Jung. Aos 33, quase saiu o gol sul-coreano, na jogada mais perigosa até então. O meia Koo chutou firme e a bola desviou na zaga russa, passando raspando na trave de Akinfeev.

Leia também:
Bélgica vira e vence Argélia por 2 a 1
Por trânsito, Bélgica desiste de jogo-treino com EUA antes da Copa

Aos 38, em lance bizarro, Son tirou dois zagueiros da jogada, preparou o chute, definiu forte, mas isolou a bola, que passou bem acima da meta da Rússia.

Na volta do intervalo, a Rússia começou assustando com o zagueiro Berezutski, que cabeceou para baixo, rente à trave. A bola atingiu a rede, pelo lado de fora. A Coreia do Sul reagiu e Koo chutou firme, para defesa parcial de Akinfeev. Aos 5, Ki voltou a arriscar de longe, para outra defesa em dois tempos de Akinfeev, que trabalhava bastante.

Mas o nível técnico do jogo era baixo. Muitos passes errados, jogadas ríspidas, só interrompidas pelo bom chute de Kombarov, que obrigou o goleiro Jung a praticar excelente defesa. Aos 21, em outra boa jogada russa, Kombarov cruzou para a área e Jung salvou mais uma vez os asiáticos.

Aos 22, o lance que mudaria o rumo da partida: Lee, que tinha entrado no lugar de Park, arriscou de longe. O goleiro Akinfeev, que defende o CSKA há muitos anos e é titular do gol russo há muitas temporadas, tendo atuado na última Eurocopa em 2012, “engoliu” o primeiro frango desta Copa do Mundo.

Em desvantagem, a Rússia acordou na partida e o jogo ficou eletrizante. Em ataque pela direita, a equipe de Fábio Capello quase empatou com Kokorin. Na sequência, aos 28, em confusão na área sul-coreana, Kerzhakov, que tinha entrado no lugar de Zhirkov, mandou para as redes. O russo estava adiantado, mas o juiz Néstor Pestana não marcou o impedimento.

O confronto ficou mais rápido, as duas equipes acordaram e os goleiros foram exigidos mais do que tinham sido até então. Mas o placar continuou igual.

A Rússia agora encara a Bélgica no Maracanã, no domingo, a partir das 13 horas, enquanto a Coreia do Sul enfrenta a Argélia, no mesmo dia, às 16 horas, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

(Com Estadão Conteúdo)

Related Posts

Deixe um comentário..