• sexta-feira , 26 maio 2017

Câmara provoca reunião para discutir serviços de obstetrícia em Mossoró

Reunião aconteceu nesta sexta-feira, 19, na Câmara Municipal de Mossoró

DSC07104Preocupada com a situação dos serviços prestados na área de obstetrícia na cidade de Mossoró, a Câmara Municipal realizou, em regime de urgência, uma reunião na manhã desta sexta-feira no plenário João Niceras de Morais. Do encontro participaram, além dos vereadores, vários seguimentos interessados no assunto e, na busca de uma solução.

O foco da discussão foi voltado para a situação do Hospital da Mulher como também, os relatos feitos nos últimos dias por profissionais de saúde da Associação de Proteção a Maternidade e a Infância (Apamim) e dos usuários deste serviço na cidade. “É um momento importante, uma situação delicada, e a Câmara Municipal não poderia ficar de fora da discussão”, sentenciou o presidente do legislativo, vereador Francisco Carlos.

Participando da primeira fase das discussões, o Promotor Federal do Trabalho, Antônio Gledson Gadelha expôs, em documento entregue aos presentes, a situação da interdição promovida na Casa de Saúde Dix-Sept e sobre a nomeação de uma comissão para a sua administração. “A proposta do trabalho é abrir a Casa de Saúde o mais rápido possível e, esse gesto da Câmara Municipal é importante no sentido de ampliar a discussão em busca desse objetivo”, disse o promotor.

Após os debates, quando todos chegaram ao entendimento de que a Casa de Saúde Dix-Sept Rosado não pode continuar fechada, em seus serviços de atendimento as parturientes de Mossoró, foi elaborada uma pauta com oito sugestões para encaminhamento. Eis os principais pontos: Criação de uma comissão (CMM, Associação Médica e OAB) para continuar com o debate e buscar as soluções; Se reunir com representantes dos Anestesiologistas; Propor a prefeitura, se necessário, a decretação do Estado se Calamidade Pública na saúde; Cancelamento da Festa da Liberdade; Remanejamento, por parte do município, de recursos para cobrir as despesas no setor; Definição de um calendário de atividades da comissão; Promover visita a CSDR e solicitar dos candidatos ao governo do Rio Grande do Norte, um compromisso com o setor de saúde de Mossoró.

Related Posts

1 Comentário

  1. jose luiz da silva
    20/09/2014 at 18:28 - Reply

    noticia do jornal de hoje de natal deputada sandra rosado gasta em torno de 50 mil reais com despesa em restaurantes com dinheiro publico certamente seu salario de mais de 20 mil reais não da para ela pagar essa despesa acordem eleitor de mossoro vamos limpar mossoro dessa gente eles debocham da cara do eleitor mossoroense eles so querem o poder pele poder o que mais me deixa triste e´ver pessoas correndo atras dessas pessoas outra coisa essa noticia não vai sair em nenhum jornal da cidade nem amanha e nem durante a semana.

Deixe um comentário..