• segunda-feira , 20 novembro 2017

Biquini Cavadão Lança o Novo Álbum “As Voltas Que O Mundo Dá”

capa

 

A história começa a partir deste ponto: após lançar em 2015 um CD/DVD/BD para celebrar os 30 anos, o Biquini Cavadão corre por todo país fazendo shows cantando sucessos e apresentando novas músicas. O que vem depois que um ciclo se fecha? Quais as voltas que o mundo dará? Para quem melhor traduziu o universo adolescente com Tédio e Timidez, embalou sonhos com Vento Ventania e colocou o protesto em forma de canções como Zé Ninguém, a banda teria um desafio grande com suas novas músicas.

O mundo mudou, o país também. A forma de se comunicar com o público e o próprio show business apresentaram novas vertentes: artistas a rodo, estilos musicais variados, além de novas formas de distribuição de músicas. AS VOLTAS QUE O MUNDO DÁ, apresenta um Biquini Cavadão renovado.

Com 12 composições inéditas e letras que retratam suas vivências, conquistas e derrotas no âmbito pessoal e profissional, Bruno, Coelho, Miguel e Álvaro, buscam compreender a vulnerabilidade da vida, das alegrias, de um novo amor, de uma separação, de uma tragédia. Sempre se reinventando, chamaram o lendário produtor Liminha para produzir o CD. Além disso, ele tocou contrabaixo em todas as músicas e colaborou com gravações adicionais de violão, bandolim, guitarra e loops.

Nas influências musicais do Biquini – além da música e da poesia brasileira – o rock na língua inglesa sempre foi muito presente. Para explorarem mais esse universo, trabalharam algumas de suas composições com os americanos Eric Silver e Beth Hart, além do neozelandês Simon Spire. Atentos a novos talentos, mantiveram a bem sucedida parceria com Dudy Cardoso (co-autor na música Roda-Gigante, indicada ao Grammy Latino em 2013) além de Rodrigo Coura (da banda mineira RadioCafé), Theo Lustosa e Izabella Brant (da Menina do Céu), esta última, mulher de Bruno Gouveia. Um Rio Sempre Beija o Mar foi a canção escolhida pela banda para lançar o novo CD.

Assim como ela, muitas faixas deste disco falam sobre os caminhos que levam as pessoas a se encontrarem. Beijar Sem Fim, por exemplo, é o puro relato dos primeiros encontros de Alvaro Birita com sua esposa Moana. Como Te Conheci segue a mesma idéia com Bruno Gouveia e Izabella. Para Sempre, Seu Maior Amor , foi inspirada nos casamentos vividos pelos integrantes. Um Minuto Com Você encontrou as palavras de despedida de casais que moram longe um do outro. Descobrimentos fala sobre todas formas de conquista da mulher amada, enquanto Nossa Diferença de Idade discorreu de maneira bem alegre os relacionamentos construídos entre casais com idades muito distintas. Desta música é que nasceram os versos que dão título ao disco (“Quem poderá nos explicar/ As voltas que o mundo dá?”). Talvez, Soltos Pelo Ar melhor traduza esta nova fase do Biquini Cavadão: “Que tudo seja exatamente como nós não planejamos”! Mas o disco apresenta também o contraponto destas voltas. A vulnerabilidade a que estamos expostos, que nos assalta, que destrói nossos relacionamentos, como na psicodélica trip Arco Íris, na dramática Você Marcou e no rock A Saudade É o Museu do Amor. São ciclos que se encerram para abrir novos caminhos. E, criando um elo entre as conquistas e perdas, para o bem ou mal, o rock Coragem deixa claro que “A vida toda passa num segundo”.

Related Posts

Deixe um comentário..